domingo, 28 de dezembro de 2008

Domingo



Respirar a poeira acima dos móveis
resguardar-se de ter esquecido
as respostas

Seguir a pé
ou em pé,
pena que não nos seja permitido
voar,
ainda que em tese
o fassamos diáriamente,
no oculto dos olhos distraidos.


Esquecendo do suor, da dor e das leis
infaliveis do pacato universo...





3 comentários:

  1. Georgio. Sua profusão de bons poemas atesta sua vitalidade criadora. Não ignoro, e procuro acompanhar dentro de uma certa regularidade. Em outras circunstâncias, continuaríamos a trocar figurinhas poéticas. Mas por ora...Aquele abraço. T

    ResponderExcluir
  2. Gostei. Especialmente do oculto dos olhos distraídos.


    Abraços d´ASSIMETRIA DO PERFEITO

    ResponderExcluir