segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Mais um poema!!!

CONFISSÃO


Sei das dores
gerais, e particulares,
sei da intensa condição
de ser

Sei dos passos,
das folhas, que escondem
segredos,
sei do medo,
que nos assevera,
sei

E sei,
que algo de mim é
pássaro,
e voa,
por mais que eu insista em
andar

2 comentários:


  1. ah, georgio...

    nem vou elogiar, só vou dizer que eu gostaria muito de ter sido a autora desse poema.

    ResponderExcluir
  2. Georgio e sua interpretação do humano...

    ResponderExcluir