quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Um poema

ELEGIA

A face escura
dos teus desejos:

esses
sonhos fugidos
e
entreabertos.

Deixa
escapar estas mágoas todas,

e lamentar
é o que me conforta
depois da certeza da tua partida.

2 comentários:


  1. esse tbm é um poema que queria meu
    pela beleza e um tanto pelo que dizem os versos...

    georgio, vou visitar o seu amigo
    obrigada pela dica.

    beijos

    ResponderExcluir