domingo, 4 de janeiro de 2009

En dos lenguas!!!




PÁSSARO

Voa pássaro
Que tuas asas são livres e tuas.

Voa e do teu ninho, segura morada,
Zomba dos homens
Sós e loucos
A voar em asas de aço,
Que não são suas.

Voa pássaro
Que tuas asas são livres
e tuas.



PÁJARO*

Vola pájaro
Que tus alas son libres y tuyas.

Vola y de tu nido, hogar seguro
Zomba de los hombres
Solos y locos
A volar en alas de acero,
Que no son suyas.

Vola pájaro
Que tus alas son libres
Y tuyas.



*Tradução para o espanhol:Georgio Rios

2 comentários:

  1. Great poem, dude.

    I wish I could write poetry in English...

    ResponderExcluir
  2. E tentando (em vão) acabar com essa plena liberdade, que só os pássaros possuem, os homens criam gaiolas... pura inveja daqueles que voam "em asas de aço, que não são suas".

    ResponderExcluir