quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

SENTIDOS


Abrir a torneira
Deixar cair o liquido
Deixar cair os óculos
Alguns ecos

Atentar a certas letras pousando sobre
Tortas linhas que plantei

“pequenos enigmas estirados”

O poema se explica se escondendo
Secreto é seu termo]

Também me explico como o poema
Também me deixo esvair pelo ralo
Como a água que lava meu rosto
De versos.


2 comentários:

  1. "O poema se explica se escondendo
    Secreto é seu termo]"

    Lindo, lindo, lindo...
    Trecho
    Lindas palavras.
    Verdadeiras

    ResponderExcluir
  2. a quem saber possa me inclue nas suas palavras porque quero sempre saber mesmo quando não deveria e feito um gato até me deixo morder na curiosidade e me levar e lavar pelos versos que leio e não-leio em blogs diferenciados como o seu.

    ResponderExcluir