quarta-feira, 8 de abril de 2009

O vento também trás poemas.


VENTANIAS


"A emoção não chegou aos poros do dia."
Marie, Silvestre Gavinha

As folhas dançam lá fora.
Sopra um vento secreto
em tons de maestria.

Eu queria
abrir estes espaços,
desenhar por entre os dedos,
mapas e
veredas.

Desenhar segredos
dentro deste meu espelho,
dentro destes
caminhos, infinitos, por onde
rumo inquieto...

Um comentário:

  1. Lindo, Georgio!
    Desvendar ventos e o que ele tras e leva, só mesmo para um poeta como você.
    Brilhante no lirismo!

    Parabéns!

    Forte abraço

    Mirse

    ResponderExcluir