sexta-feira, 10 de abril de 2009

POESIA AINDA POESIA.QUE BOM!


A tarde está prenhe
dará luz a versos
eu farei seu parto
abrirei sua madre
receberei em meus braços
rios luminosos
raios desta poesia
destes versos
de que temos falta.

A tarde está prenhe
dará luz a versos
lavarei as luzes
enxugarei suas pernas
e entregarei a cria
a mãe
para que a amamente
e a possa embalar.

Um comentário:

  1. Lindo, hein Georgio!
    O nascimento de um poema, é luz que acalanta. E quando se faz pelas mãos de um poeta como você, brilhará sempre!

    Parabéns!

    Feliz Páscoa

    Mirse

    ResponderExcluir