quinta-feira, 16 de abril de 2009

Um poeminha...


AMANHECER

Na luzinha branca lá fora

uma sombra cinza empobrece

O pardo brilho aparece.

É o dia?

Quem sabe!

Mais uma estrela empalidece.

6 comentários:

  1. Que lindo, Georgio!


    Na luz...o cinza empobrece, mas brilha no seu pardo brilho onde uma estrela empalidece!!!

    Demais! Maravilhoso poemão!

    Forte abraço, amigo!

    Mirse

    ResponderExcluir
  2. Que singelo e belo...mas as coisas bas são assim.

    ResponderExcluir
  3. Na minha insignificante opinião, este é um dos maiores poemas escritos em lingua portuguêsa. Com certeza, deixa muita coisa de Camões e Pessoa pra trás. Parabéns grande poeta. O futuro lhe espera!
    Agradeço a Deus a oportunidade de poder sentir tanta beleza ainda em vida.
    Adeus.

    ResponderExcluir
  4. "Quem sabe!" - para que saber? Há mistérios que não podem ser revelados, senão o vazio nos contamina!
    Qua saudade de tua boa literatura, por isso vim aqui, tomar um copo de palavras, imagens e voltar embevecido.

    Amigo, acho que dessa vez volta a escrever algumas outras bobeiras...o que vc me sugere? To sem criatividade. A linguística está me deixando cientificista além da conta!
    Un abrazo, hombre!

    ResponderExcluir
  5. Caros amigos Mirse,Adriana e Palatus
    eu agradeço de coração pela tão importante visita de vocês.Voltem sempre., meu anonimo amigo apesar de achar tua declaração exagerada dexei teu comemtário.Respeito os grandes poetas Drummond e Pessoa,e digo que não há literatura se Talento e Tradição, e estes mestres são o que chamo de lição de casa quando se trata de tradição, quanto ao talento vou buscando achar minha voz prórpia e imprimi-lá em meus versos.Talvés algum dia eu possa ostentar algo como ele esvreveu um bom livro, ou ele tem bons poemas.Vou tentenado Pois há perdas no meio do caminho, mas navegar é sempre preciso.E vale a pena!!!

    19 de Abril de 2009 08:42

    ResponderExcluir
  6. Adorei a simplicidade e a singeleza do poema... de perfeito acordo com a imagem.

    (Estou de volta, e com saudade!)
    Bjs,
    Fabiana

    ResponderExcluir