terça-feira, 11 de agosto de 2009

Fábula



Uma velha foto
destas do tempo da era
cinza, um céu destes que abrem
qualquer domingo em preto e branco
onde um menino gira uma roda
onde o mundo, parado em estado de cena
vislumbra o pobre poeta, que hoje
padece de algumas poucas migalhas
de memória


IMAGEM:Xilogravura de J Borges

3 comentários:

  1. Passeando por estar páginas encontro um bom poeta no sentido que deve-se considerar "ser bom": traz-me inspirção e sentimento.

    Meu caro, já comprei a minha passagem de volta a este blog! Volto quando estiver um pouco mais de tempo.

    Parabéns e abraços;
    Fabrício

    ResponderExcluir
  2. Georgio, pra mim é uma alegria imensa saber que vc gostou das poesias.
    um beijo

    ResponderExcluir