sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Uma nau no deserto mar de dentro!!


NAU


Para Ana Tapadas do RARA AVIS


Cada canto destas portas ,

destes quartos,

a inclinação do aço que em vão corre

por sobre as dobras das portas

este tudo que habita ínfimos

espaços,

requer sol,

busca vertiginosamente por expulsar

as sombras que infestam as dobras,

cada milímetro que compõe o eco das paredes

cada oscilação entre mar e silêncio


Mar(Silêncio)


Março, esquecimento de muitas datas

a saliência que esparge as invisíveis gotas

da chuva que imaginamos

que desaba, sem pressa sobre a pressa

dos carros, das gentes

é preciso mostrar os dentes

ante as coisas que nos fazem menores.


Mar(Silêncio)


Para além da música: silêncio.

Para além do silêncio, as chamas, todas

que aquecem as rotas, marés secretas,

profundo mar que navegamos


IMAGEM:http://www.flickr.com/photos/isaiasmalta/3740014161/


7 comentários:

  1. Que bom que sou a primeira a chegar, meu jovem, mas amadurecido poeta!
    Chego a ficar comovida e isso é muito quando se diz que sou do tipo imperturbável (à superfície, claro).Obrigada!
    O poema é profundo e excelente. Adorei particularmente estes versos:
    «cada milímetro que compõe o eco das paredes
    cada oscilação entre mar e silêncio»
    Hei-de levá-lo comigo, para o Rara Avis.
    beijinho e outra vez:
    Muito Obrigada!
    Beijinhos,
    Ana

    ResponderExcluir
  2. Georgio: o mar e Ana, a nau e Ana inspirando um poema. Ela merece, queria tanto conhecê-la. Bjs.

    ResponderExcluir
  3. Belo poema.
    A Ana merece esta homenagem
    Adorei seus poemas
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  4. Já destaquei lá no meu blogue.
    Obrigada e um beijinho

    ResponderExcluir
  5. Muito bom, Georgio. Poema profundo como o próprio mar.

    ResponderExcluir
  6. Boa tarde, Georgio, obrigado pela visita ao meu blog. Temos uma amiga em comum, a Ana Tapadas, passei pelo teu blog aqui, e fiquei admirado com a beleza de teus versos. Poesia da melhor qualidade. Vou voltar mais vezes, e se possível, vamos manter contato. Grande abraço.

    ResponderExcluir