sábado, 6 de março de 2010

A Seiva Escarlate do Roseiral.

Capa do livro


Poema para degustar da seiva deste Roseiral




Este poema, e esta imagem, uma síntese do melhor do fazer poético de José Inácio Vieira de Melo, que se reinventa a cada poema que escreve.


É o quinto livro de poemas de José Inácio. Roseiral trás para nós, leitores de poesia, um convite, um chamado, a adentrar pelos varedos desta sua saga poética. “O mundo encarando pela seiva das rosas escarlates”, este é o convite feito pelo poeta aos seus leitores.


Fruto do labor, e do fazer poético deste incansável vaqueiro, de gado e de versos, Roseiral promete a que o ler, um jardim de força e lirísmo. Os poemas, 42, no total, em harmonia com as ilustrações do artista plástico carioca Daniel Biléu premiam-nos, com um belíssimo conjunto de metáforas. Imagem e poemas a serviço desta "maquina" encantatória que é o livro Roseiral.


O livro trás além do ensaio “O poeta que monta o Sertão é o mesmo que pisa na Lua”, de Eliana Mara Chiossi, escritora paulista radicada na Bahia. A contracapa com um texto de Myriam Fraga, que anuncia que: Roseiral: “O que mais espanta em José Inácio é a extrema vitalidade de sua poesia. Uma poesia telúrica e carnal. Visceralmente ligada ao cotidiano, transfigurada pelo mistério que parece emergir das coisas mais simples. Uma poesia que nasce no sertão e se abre para o mundo”. No time das mulheres que regam de palavras as boas vindas ao Roseiral, figuram a baiana Maria da Conceição Paranhos e a amazonense Astrid Cabral.


Por estas alturas, Inácio se entranha por estes sertões do mundo Centauro galopante, na labuta de aboiar seu jardim de poesia, levando nos surrões Roseiral, e dando de beber aos sedentos de poesia a seiva das rosas escarlates.

Georgio Rios


Sobre o autor:


José Inácio Vieira de Melo (1968), alagoano radicado na Bahia, é poeta e jornalista. Publicou os livros Códigos do silêncio (2000), Decifração de abismos (2002), A terceira romaria (2005) e A infância do Centauro (2007). Organizou Concerto lírico a quinze vozes – Uma coletânea de novos poetas da Bahia (2004) e a agenda Brasil Retratos Poéticos 2010 (2009). Participa das antologias Voix croisées: Brésil-France (2006) e Roteiro da poesia brasileira – Anos 2000 (2009). Coordenador e curador de vários eventos literários, como o Porto da Poesia, na VII Bienal do Livro da Bahia (2005), a Praça de Cordel e Poesia, na 9ª Bienal do Livro da Bahia (2009) e o projeto Poesia na Boca da Noite (2004 a 2007).


Edita o blog Cavaleiro de Fogo (www.jivmcavaleirodefogo.blogspot.com).


Onde adquirir o livro e muitas outras informações:


http://www.escrituras.com.br/livro.php?isbn=9788575313565




Um comentário: