domingo, 6 de junho de 2010

Aos Meus amigos Um convite!!



AMIGOS PÁSSAROS

Recentemente as aves baixaram,
Imprimiram seu vôo,
Nas condensadas nuvens da existência.

Entre os passos da insistência aboiei,
Fiz ecoar meu canto.

Amigos são como aves,
Voam,
Alguns voltam,
Muitos voltam,
Quando, as portas estão abertas.

Outros, na imensa coberta azul dos céus,
Estabelecem seus vôos.

Acho até que viram estrela,
Minha mãe já me ensinou isso,
Na sua angustia de espantar a ausência.

Hoje tenho ciência de que o mundo nos abriga
A dar saltos.

Enquanto a voz da minha mãe ecoa:
Viram estrela meu filho. Brilham no céu.
Agora não podemos alcançá-los.



Recentemente alguns amigos, reais ou virtuais não importa, partiram. E neste momento de despedidas as lembranças são inevitáveis. Fui invadido pela lembrança que figura no poema. Quando alguém morria, ela dizia: “Viram estrela meu filho” E eu passava noites observando os amigos que estavam brilhando no céu. Hoje nem sempre posso visitar meus amigos que se foram. Nem sempre o céu está aberto, sem nuvens para ler o brilho que falam os amigos que se foram. Se não conheci pessoalmente Damário, nem tive a oportunidade de abraçar Maria Sampaio, isso não importa. O que eles escreveram nos aproximou e criou laços que seguem. O céu tem o brilho deles na figura de uma distante estrela. Isso é uma questão marcada na pedra. Não exclui os demais amigos são todos importantes pra mim. E para não deixar de dizer o quanto os amigos que achei em meus vôos pelos céus da literatura são importantes dedico-lhes este frágil poema acima. Para que sempre saibam que os carrego, por onde ando, e sempre nos encontramos, seja nos pousos da vida, seja no aconchego das páginas.


A meus amigos: Mayrant Gallo, Carlos Barbosa, Roberval Pereyr, Idmar Boaventura, Wladimir Cazé, Sandro Ornellas, Dênisson Padilha Filho, Gustavo Rios, Nicolas Behr, Cleberton Santos, Ricardo Thadeu, Caio Rudá, Lupeu Lacerda, Lima Trindade, Antonio Naud Junior, Emanuel Mirdad, Bruno Gaudêncio, Wilson Gorj, Chico de Assis, José Inácio Vieira de Melo, Alexandre Bonafim, Paulo André, Thiago Lins, Beto Canales, Joaquim Gama de Carvalho, Vitor Nascimento Sá, Elieser Cesar, Nelson Magalhães Filho, Márcio-André, Anderson Fonseca, Patrick Brock, Nilson Galvão, Marcus Vinicius Rodrigues, Valdomiro Santana, Herculano Neto, Ediney Santana, Eliana Mara, Mônica Menezes, Renata Belmonte, Ângela Vilma, Jurema de Souza Barreto, Marie Cobertta, Nívia Maria Vasconcelos, Lidi Nunes, Marta Galrão, Gerana Damulakis, Jana Lauxen, Karina Rabinovitz, Ana Tapadas, Kátia Borges, Katherine Funke, Raiça Bonfim, Adelice Souza, Bárbara Jolie...


FINEZA: SE VOCÊ NÃO ESTÁ NESTA LISTA, FOI POR FALHA MECÂNICA DA MEMÓRIA. Ela vai estar sempre sendo acrescentada.

2 comentários:

  1. O poema é uma maravilha!
    Obrigada por me pôr nessa lista e receba o aconchego do meu voo atlântico.
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Oi, Georgio, obrigada pela visita. E por inserir meu nome nessa sua lista afetiva. Um abraço.

    ResponderExcluir