terça-feira, 29 de junho de 2010

PARTITURA VISUAL

























AS LINHAS
A vida é uma cilada do tempo
Nos ofende em sua breve pressa
Inebria-nos sua breve miragem.

E também dança,
Ato de galáxias que bailam
Sob as ordens do sono
Sobre as ondas dos sons
Dos mares, em seu caminho e suas ondas.

Fim de tarde,
Gaivotas descem,
Visualizam a praia, ultima vez
Ao sol dão o aviso, e a tarde zarpa
Para mares distantes onde a noite corta
A multidão dos horizontes.

IMAGEM Florival Oliveira

Um comentário:

  1. É uma cilada do tempo...
    Adorei este verso pela verdade que contém.
    Bj

    ResponderExcluir