domingo, 12 de setembro de 2010

Haicais num domingo de ventos anunciando chuva!


I
desenham bem
a sombra das pedras
faces do abismo

II
dentro do tanque
o vulto do sapo some
água sem rãs

III 
( Para Mayrant Gallo)

dentro dos olhos
algumas moscas guardam
iluminados planetas
    
                                          
IV
o amarelo do chão
colorindo o verão
balé de ipês

V
curva do caminho
insistindo na trajetória
uma sombra atrasa

VI
pousa sobre o poste
alguns pássaros, e a morte
emaranhado de fios

VII
folhas secas
anunciando outono
caminham lentas

VIII
na água suja do rio
agulhas brancas pousam
garças que  pescam

XIX
baila ela, a chuva
do vidro sujo da janela
o olho, apenas  espera

X
água clara do aquário
pequeno peixe nada
solitário

 IMAGEM: freepublicdomain.com

3 comentários: